Disfunção Tempero Mandibular – DTM

Disfunção Tempero Mandibular - DTM

Articulação Tempero Mandibular comumente chamada de ATM, é umas das articulações mais complexas do corpo humano, é irrigada por várias artérias e veias, tanto profundas quanto superficiais e está ligada aos nervos temporais profundos, nervo massetérico e mandibular.

A não funcionalidade deste complexo sistema de músculos, de ligamentos, de discos e de ossos é chamado de Disfunção Tempero Mandibular – DTM

Geralmente, a DTM dá a sensação de que a mandíbula está saltando para fora, fazendo um estalo (trepidação), podendo até a travar por alguns instantes.

A causa exata desta disfunção, em geral, ainda não está muito elucidada.

No entanto, sabe-se que a DTM atinge milhões de pessoas em todo o mundo, e acredita-se que poderá estar envolvida com os seguintes fatores:

  • Problemas articulares ou musculares
  • Maus hábitos (como roer unhas)
  • Quadros de estresse e ansiedade
  • Fatores emocionais
  • Pacientes com artrite reumatoide e fibromialgia
  • Questões físicas.

Alguns dos sintomas mais comuns de DTM são:

  • Dores de cabeça ( idênticas a enxaquecas), dores de ouvido, dor e pressão atrás dos olhos
  • Um “clique” ou sensação de desencaixe ao abrir ou fechar a boca
  • Dor ao bocejar, ao abrir muito a boca ou ao mastigar
  • Mandíbulas que “ficam presas”, travam ou saem do lugar
  • Flacidez dos músculos da mandíbula
  • Uma brusca mudança no modo em que os dentes superiores e inferiores se encaixam.

Como tratar a DTM

Existem diversos tratamentos que você pode seguir para diminuir consideravelmente os sintomas.

A consulta a um ortodontista é primordial.

No entanto, levando em consideração que a DTM é uma disfunção que envolve complicações no funcionamento de ossos, músculos, ligamentos ou discos que estão relacionados com a função, o Rolfing® tem se mostrado na minha clinica um bom coadjuvante no tratamento, por ser uma terapia corporal que visa uma melhora da postura e do movimento, através da manipulação tecidual de todas as estruturas corporais, inclusive as do crânio.

Simultaneamente, há uma reeducação dos movimentos e hábitos.

As mudanças ocorrem de maneira gradativa, consciente e adaptativa, de forma a serem incorporadas ao quotidiano do indivíduo.

Deixe seu comentário