Articulação Tempero Mandibular – ATM

ARTICULAÇÃO TEMPERO MANDIBULAR – ATM

Articulação Tempero Mandibular - ATM Em medicina há algum tempo atrás as áreas ósseas onde se encontram inseridos os dentes eram nomeadas como maxilares: superior e inferior.

Hoje em dia considera-se o maxilar superior como uma estrutura do crânio, tendo acoplado a mandíbula (maxilar inferior), através da articulação tempero mandibular.

Articulação Tempero Mandibular comumente chamada de ATM, é umas das articulações mais complexas do corpo humano, é irrigada por várias artérias e veias, tanto profundas quanto superficiais e está ligada aos nervos temporais profundos, nervo massetérico e mandibular.

Sendo a principal articulação, entre o crânio e a mandíbula. É formada essencialmente por 3 estruturas:

  • Osso Temporal
  • Côndilo da mandíbula
  • Disco articular.

 

Fazem parte ainda os músculos:

  • Músculo temporal
  • Masseter
  • Pterigoideos medial e lateral.

 

A articulação temporomandibular (ATM) é capaz de realizar os seguintes movimentos:

  • Protusão e retração mandibular: A movimentação do queixo para trás e para frente.
  • Depressão e elevação mandibular: A abertura (depressão) e fechamento (elevação) mandíbula
  • Desvio lateral da mandíbula: Devido a este movimento, conseguimos deslizar nossos dentes para ambos os lados.

Estes movimentos mandibulares têm:

  • Um papel crucial na fonação.
  • Além do ato da mastigação e deglutição dos alimentos.

Daí, a importância da funcionalidade adequada, desta articulação.

Saiba mais sobre DTM – Disfunção Tempero Mandibular e como tratá-la.

 

Deixe seu comentário