Principais doenças da coluna vertebral

Além da dor, problemas da espinha dorsal, comprometem muito as atividades diárias (AVDs) e prejudicam a qualidade de vida. Ter uma vida saudável, praticar atividades físicas, manter o peso corporal dentro do limite saudável e manter a postura adequada é a receita para evitar desconforto.

Principais doenças da coluna vertebral

Mais de 80% da população brasileira sofre de diferentes doenças da espinha dorsal. Este tipo de problemas são as principais causas de afastamento do trabalho, assim como de episódios de urgências e consultas nos hospitais.

Convém ressaltar que na maioria dos casos ocorrem em função de posturas inadequadas, como sentar-se; baixar-se para pegar objetos e levantar-se; levantar ou transportar pesos excessivos; levar uma vida sedentária; praticar certas atividades físicas em excesso, principalmente de maneira incorreta; dormir de bruços; uso excessivo da mídia eletrônica e, no caso específico das mulheres, usar sapatos com salto alto demais por tempo excessivo.

  • Hiper – Cifose: Desvio anormal da espinha vertebral, fazendo com que a parte superior das costas apareça mais arredondada do que o normal.

Hiper - cifose

 

  • Hiper – Lordose: Desvio anormal da espinha lombar caracterizada como uma acentuação da curvatura fisiológica.

Hiper - lordose

 

 

  • Hérnia de disco: Situação em que parte do disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime a porção nervosa da coluna vertebral.

Existem muitos tipos de hérnia de disco e diversos tratamentos, sendo a maioria não invasiva. Cirurgias e tratamentos invasivos são usados apenas em casos mais extremos.

 

Hérnia de disco

 

  • Escoliose: Deformidade na curvatura da coluna, que adquire um formato de “s” ou “c” que afeta muitos jovens e adolescentes.                                     

Principais doenças da coluna vertebral

  • Lombalgia

De 65% a 90% da população manifesta dor nas costas que é chamada clinicamente de lombalgia já que se manifesta na região lombar e pode ser originada por várias causas. Esta doença pode se agravar, gerando frequentemente problemas de mobilidade.

Principais doenças da colua vertebral

Tanto a hiper-cifose, hiper lordose, hérnia de disco, escoliose e lombalgia, são doenças da espinha dorsal que de acordo com o grau de acometimento podem ser tratadas com procedimentos não invasivos. A fisioterapia normalmente, tem resultados bem promissores.

A minha experiência clínica com o método Rolfing® nestes casos, tem sido francamente positiva, já que além da reintegração estrutural trabalho a educação do movimento e a consciência corporal do indivíduo, na posição estática e/ou em movimento.

Deixe seu comentário